TUDO é uma questão de PERSPECTIVA!

TUDO é uma questão de PERSPECTIVA!

Por: Projeto Exame de Ordem | Cursos Online

Se perguntarmos a Elias Santana, nosso professor de língua portuguesa, o que é “perspectiva”, por certo ele nos ensinará que se trata de um substantivo feminino cujo plural é “perspectivas”. Provavelmente também mencionará que a separação silábica da palavra é “pers-pec-ti-va” e explicará alguns dos significados que o dicionário confere ao termo, tais como: “aquilo que o olhar alcança a partir de um determinado lugar” e “maneira de considerar uma situação”.

Se a mesma pergunta for dirigida a alguém de exatas, como nosso professor de raciocínio lógico, Luis Telles, teremos como resposta algo como: “representação tridimensional que possibilita a ilusão de espessura e profundidade das figuras ou o ponto de vista que se tem de uma figura quando se está no ponto A, B ou C”.

Como se vê, o conceito de “perspectiva” está relacionado a aparência, a probabilidade, a ponto de vista, a horizonte, a ângulo, a aspecto, a cena, a possibilidade, a ótica, a visão, a compreensão, a interpretação, a pensamento, a sentido. Tem a ver com a posição em que nos encontramos, com os conhecimentos que temos, com a experiência que reunimos, com os sentimentos que nutrimos, com o estado de espírito em que nos encontramos, com as crenças que incorporamos e com a ambição que desenvolvemos.

“Tudo nesta vida é, portanto, uma questão de perspectiva. O que precisamos fazer é procurar o melhor ângulo e direcionar a mente, a visão, as emoções, as crenças, o coração, a fé e a esperança para além do que os olhos enxergam. O que não podemos é ficar paralisados por receio ou por temor. Afinal, sob a perspectiva do medo, nada acontece, nada é seguro, nunca há garantias.”

Tudo nesta vida é, portanto, uma questão de perspectiva. O que precisamos fazer é procurar o melhor ângulo e direcionar a mente, a visão, as emoções, as crenças, o coração, a fé e a esperança para além do que os olhos enxergam. O que não podemos é ficar paralisados por receio ou por temor. Afinal, sob a perspectiva do medo, nada acontece, nada é seguro, nunca há garantias.

“Quando damos atenção demais aos problemas, mais deles surgem. Quando, por outro lado, focamos nas possibilidades, mais delas aparecem. Enxergamos outras soluções e outras chances de sucesso em tudo que começamos. É muito simples: problemas e situações difíceis, todos nós atravessaremos em algum momento da vida; o que faz a diferença é se nos concentramos apenas nos problemas ou focamos nas possíveis soluções. É tudo uma questão de perspectiva.”

Quando damos atenção demais aos problemas, mais deles surgem. Quando, por outro lado, focamos nas possibilidades, mais delas aparecem. Enxergamos outras soluções e outras chances de sucesso em tudo que começamos. É muito simples: problemas e situações difíceis, todos nós atravessaremos em algum momento da vida; o que faz a diferença é se nos concentramos apenas nos problemas ou focamos nas possíveis soluções. É tudo uma questão de perspectiva.

Que tal pensar um pouco sobre isso, refletindo sobre algumas situações hipotéticas? Imagine, por exemplo, um pai que coloca na mão dos três filhos uma pequena semente e, em seguida, pergunta a cada um deles: “O que você vê aí, na palma da mão?”. A primeira criança, mais nova, responde: “Uma semente”. A segunda, um pouco mais experiente, diz: “Uma árvore”. A terceira, com uma visão diferenciada, fala: “Uma floresta”. Percebe como um mesmo objeto pode ser interpretado de forma singular por pessoas diferentes? A maioria enxerga o óbvio, mas alguns enxergam o que está bem além.

Agora visualize um cidadão, usuário de serviços públicos, que pergunta a três técnicos judiciários o que  cada um deles faz na repartição em que trabalha. O primeiro responde: “Arquivo processos, não está vendo?”. O segundo diz: “Faço o que me mandam fazer”. Por fim, o terceiro fala: “Ajudo a criar uma justiça mais equitativa, mais dinâmica, mais transparente, com decisões mais acertadas, apolíticas e apartidárias”. Mais uma vez, é tudo uma questão de perspectiva! Em tempo: qual desses servidores você acha que é mais feliz e produtivo, embora todos executem tarefas similares?

Em outra situação ilustrativa, o agente da junta comercial de um estado qualquer entrega a três empreendedores o contrato social averbado de suas empresas e pergunta o que eles vislumbram com o recebimento daquele papel. A primeira resposta pode ser: “Um meio de pagar as contas”. A segunda: “Um supermercado para atender os moradores da região”. A terceira: “Um conglomerado de empresas, inúmeros empregos e a revolução dos serviços no meu segmento”. Visionários conseguem enxergar muito além, mesmo quando ainda estão começando, pois a perspectiva deles é diferenciada, é mais ampla. Os maiores empreendedores da história enxergaram tesouros onde muitos viam depósitos de lixo.

Para concluir nosso exercício de imaginação, vejamos algumas possíveis perspectivas de quem estuda para concurso público. Há concurseiros que veem as videoaulas e os PDFs como instrumentos de tortura, como algo doloroso e penoso. Outros enxergam uma oportunidade de aprender e de se aperfeiçoar. E há alguns, mais sábios ainda, que interpretam o material de ensino como caminho para a mudança de vida que desejam. Durante as horas de estudo e leitura, projetam no papel o emprego dos sonhos, a compra da casa própria e as viagens que desejam fazer, entre outros objetivos. A aula deixa de ser um conteúdo e toma uma dimensão muito maior, como a floresta que começou com uma pequena semente.

Tenho convicção de que quem visualiza os estudos dessa forma tem bem mais chances de persistir e de vencer a jornada do concurso de maneira mais leve e com rapidez.

Precisamos, amigo leitor, desenvolver uma visão mais abrangente sobre o que nos cerca. Se você não consegue enxergar o que almeja do ponto A onde você está, vá para o ponto B. Afaste-se do quadro, olhe por outros ângulos, mude sua perspectiva. Assim, conseguirá visualizar melhor o problema, perceber com mais acuidade o que está acontecendo e compreender, de fato, a situação. Pare de lamuriar e comece a assimilar que nada acontece por acaso e todas as nossas experiências são matéria-prima para o nosso crescimento.

“Passe a enxergar a vida com abundância, e não com escassez. Há oportunidades para todos, embora o mundo seja injusto. Só cabe a você ver além do que é óbvio e está exposto na superfície. E lembre-se sempre: tudo começa com uma pequena semente.”

Passe a enxergar a vida com abundância, e não com escassez. Há oportunidades para todos, embora o mundo seja injusto. Só cabe a você ver além do que é óbvio e está exposto na superfície. E lembre-se sempre: tudo começa com uma pequena semente.

Nós, do Gran Cursos Online, não ligamos para o seu passado. Queremos, sim, uma chance – no seu presente – para ajudá-lo a aumentar as chances e as perspectivas de um futuro mais promissor e confortável para você e todos que o cercam.

Se acredita nesta mensagem, registre nos comentários: “Vou rever minha perspectiva já!”.

Estamos juntos!


Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e Fundador do Gran Cursos Online. Vive e respira concursos há mais de 10 anos. Formado em Administração e Marketing pela New York University, Leonardo N. Stern School of Business. Fascinado pelo empreendedorismo e pelo ensino a distância.

 

 

 


Estude conosco e tenha a melhor preparação para a 1ª e 2ª fases do XXV Exame de Ordem!
matricule-se 3

O Gran Cursos Online desenvolveu o Projeto Exame de Ordem focado na aprovação dos bacharéis em Direito no Exame Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil. A renomada equipe de professores, formada por mestres, doutores, delegados, defensores públicos, promotores de justiça e especialistas em Direito, preparou um método online que dará o apoio necessário para o estudante se preparar e conseguir a aprovação. O curso proporciona ao candidato uma preparação efetiva por meio de videoaulas com abordagem teórica, confecção de peças jurídicas e resolução de questões subjetivas. É a oportunidade ideal para aqueles que buscam uma preparação completa e a tão sonhada carteira vermelha.

One Response
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *