Sete passos simples para passar no exame da OAB!

Sete passos para passar na OABNão existe uma forma fácil para passar no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, entretanto, muitos candidatos obtiveram excelentes resultados ao seguirem alguns passos importantes.

Alguns especialistas em concursos públicos destacam que o controle emocional é o mais importante nesses processos. É fundamental que o candidato compreenda que essa etapa é apenas mais uma em sua vida, e que também será superada, como todas as etapas anteriores. A jornada de um profissional em ascensão é repleta de exames, e o exame da OAB é apenas mais um, que deverá ser superado pelo candidato.

O professor William Douglas, ressalta que passar na primeira tentativa é ótimo, mas se o candidato não obtiver sucesso, ainda há à possibilidade de interpor recurso. Mas se os resultados esperados ainda assim não se concretizarem, o candidato não pode de forma alguma desistir, pois a satisfação de uma carreira de sucesso compensará todo o esforço aplicado pelo candidato nesse processo.

Sendo assim, separamos sete pontos importantes a serem observados pelos candidatos que irão passar pelo exame da OAB.

O primeiro ponto é manter o controle emocional. O segundo ponto é resolver os “problemas emocionais” que alguns candidatos desenvolvem com o exame. O sentimento negativo em relação a esse processo pode atrapalhar o candidato, pois a tensão e o nervosismo interferem diretamente na concentração e memória do candidato.

O terceiro ponto é relaxar na véspera da prova, isso ajuda os candidatos a controlarem seu estado emocional.

O quarto ponto consiste em não considerar o exame como uma obrigação de passar, muitos candidatos são prejudicados por se sentirem pressionados a passarem de qualquer jeito. O importante é fazer o melhor possível, caso o candidato não passe na primeira tentativa, não é o fim, o exame é aplicado três vezes ao ano, ou seja, muitas outras oportunidades de passar surgirão em breve.

Quinto ponto, administre bem o tempo de prova. Existem técnicas eficientes, como resolver primeiro as questões que o candidato sabe e pular as que não, dessa forma o candidato economiza tempo, e terá mais tranquilidade para resolver as questões mais complicadas da prova.

O sexto ponto consiste em Preencher o cartão de resposta na etapa final da prova, e com um tempo razoável, pois a falta de tempo pode comprometer o resultado do exame ao fazer com que o candidato marque as alternativas de forma errada ou até mesmo rasure o cartão de resposta.

O sétimo ponto aborda a segunda fase do exame, segundo o Professor William Douglas, quatro aspectos devem ser analisados com muita atenção.

(1º) A lei: o que ela diz;

(2º) Doutrina: mencionar o livro que o candidato estudou e construir a resposta;

(3º) Jurisprudência: Súmulas, atores, a questão abordada etc.;

(4º) Justiça: Teses que beneficiam um ou outro. São os dois lados do caso: o fornecedor e consumidor, o fisco e o contribuinte, o marido e a mulher;

(5º) A coerência na conclusão da resposta. Nessa fase, o candidato precisa descobrir uma solução que defina tudo e faça sentido. Nessa etapa é a hora de mostrar o quanto o candidato estudou e domina o conteúdo. A coerência nessa etapa é mais importante que a tese.

Fonte: http://www.agazetaconcursos.com.br/nacional/concursos/nacional/sete-passos-simples-para-passar-no-exame-da-oab

Coordenação Pedagógica – Projeto Exame de Ordem

Gran Cursos Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *